terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Uma ponte nos separa: reflexões sobre as possibilidades dialógicas em contexto de militância

Desde 2013, Mary Jane Spink, financiada pelo CNPQ e em parceria com a FGV/SP tem pesquisado as moradias em áreas de risco em dois distritos do município de SP pertencentes à subprefeitura de M’Boi Mirim - que segundo dados do Mapa da Exclusão/Inclusão Social do Município de SP, o Jardim Ângela ocupa o quarto lugar entre os distritos com maior exclusão na capital. Inserida nas encruzilhada entre legislações, programas de governo e movimentos sociais, voltados ao desenvolvimento urbano, à proteção de mananciais e à precariedade de moradias, muitas das quais localizadas em loteamentos irregulares e favelas. 
Para conhecer mais do trabalho desenvolvido disponibilizamos o documento técnico com informações do local e da pesquisa:
http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/17141/08_Uma%20ponte%20nos%20Separa.pdf?sequence=1

Nenhum comentário:

Postar um comentário